O brasileiro Antonio Augusto é selecionado para o RED BULL X-ALPS 2021.

Oct 15, 2020 No Comments by

33 Atletas de 17 nações são selecionados para o RED BULL X-Alps 2021, entre eles o paulista Antonio Augusto Filho. NA LIVE da ARBOYS – team do Instagram feita nessa quarta-feira o RECRUTA como é conhecido no meio do parapente recebeu nosso PARABÉNS, a jornada vai ser longa, vai precisar de apoio e sorte, logo mais vamos fazer uma matéria falando sobre seu planejamento. Aguarde.

Antonio-Filho-Toni-Cross

No texto abaixo uma entrevista feita no site www.hikeandfly.com.br 

Conheça o brasileiro que vai participar do X-Alps 2021, a prova de hike and fly mais difícil do mundo! O Red Bull X-Alps se auto proclama a prova de resistência e aventura mais difícil do mundo.  Os atletas atravessam aproximadamente 1.100km, de Salzburg na Áustria à Mônaco, cruzando os Alpes diversas vezes, eles só podem se locomover a pé ou com o parapente.

Há pontos de passagem no Titlis, Eiger e Mont Blanc. A prova acontece a cada dois anos desde 2003 e leva, em média, 10 dias para ser completada. A próxima edição que acontecerá em junho de 2021 contará com 33 participantes.

Há dois dias a organização da prova máxima do hike and fly mundial divulgou os selecionados para a edição de 2021 e, para nossa surpresa, haverá a participação de um brasileiro: o piloto Antonio Augusto ou “Recruta” está no line-up. A última participação de um brasileiro foi em 2011 quando Richard Pethigal terminou em 16º lugar.

Saiba mais sobre o brasileiro no X-Alps 2021

Antonio Augusto Filho, conhecido como “Recruta”, 38 anos, natural de Guarulhos, formado em turismo, policial militar há 17 anos, e piloto de parapente desde 2008.

Recruta, conta para gente um pouco da sua história no voo livre:

Tudo começou em 2008, quando eu trabalhava em São Vicente, litoral paulista, eu observava os parapentes. Eu já era um adepto de outros esportes de aventura, me interessei por aquela modalidade e fui até a rampa saber mais. Fiz o curso e iniciei nesse universo do voo livre de modo recreativo.

A partir de 2012, passei a me dedicar mais ao esporte. Adotei a rampa de Socorro-SP e passei a me dedicar ao voo de Cross Country (voo de distância). Graças à minha flexibilidade de horário eu pude manter uma boa frequência de voos, chegando a 20 por mês. Nos anos seguintes evolui bastante, voei triângulos de 100km e voos de Cross de 190km, o que são boas marcas para região Sudeste.

Comecei então a participar de campeonatos locais e também Campeonatos Brasileiros, na categoria esporte e serial. Em 2019, fiquei em 10º lugar no Campeonato Brasileiro em Governador Valadares e depois disso alcancei meu recorde pessoal voando no Nordeste, 405km!

Qual foi seu primeiro contato com o Red Bull X-Alps e como surgiu a ideia de se inscrever?

Eu conheci a prova ainda em 2011, graças à participação do Richard Perdighal. O pessoal do Clube de Socorro me falou da participação dele. Desde então acompanho todas as edições da prova.

Sempre acreditei que os participantes eram escolhidos e convidados pela comissão organizadora, algo previamente combinado. Sinceramente, não colocava muita fé no formulário on-line de inscrição disponível no site da prova.

Mesmo assim, este ano resolvi me inscrever para valer e, semana passada, recebi o e-mail de convite para participar da prova. Foi uma surpresa muito boa.

Qual foi a reação da família do brasileiro que estará no X-Alps 2021?

Minha esposa ficou muito contente e foi a primeira apoiadora,  mesmo antes de eu me inscrever. Quando recebi o e-mail da comissão organizadora pedindo fotos e detalhes, ela celebrou comigo. Ainda temos outros desafios para vencer e ela sempre esteve ao meu lado e disse para irmos com tudo até o fim. Não tenho filhos.

O X-Alps é uma das provas de resistência física mais difíceis do mundo, qual seu plano para se preparar para prova:

Vou me concentrar no preparo físico, serão 8 meses dedicados a aumentar a resistência cardiorrespiratória e muscular de hoje até a data da prova. Para isso iniciei o trabalho com nutricionista e personal trainer, ambos com foco em desempenho esportivo.

Meu plano consiste em um preparo inicial de 2 meses nos quais vou seguir com hike and fly nos morros aqui da região. Depois passarei a montanhas mais altas aqui na região sudeste.

E sobre o voo, quais os planos para preparação?

Vou manter a frequência de voos. Hoje as rampas que mais gosto de treinar são Socorro, São João da Mata, Serrania, Carmem do Rio Claro e Andradas. Eu costumo ir até as cidades e tento voltar para casa voando.

Há um trabalho importante sobre o voo na região dos Alpes, no qual conto com apoio de pilotos europeus que hoje moram no Brasil.

Falando em apoio, a equipe de terra tem um papel importante na prova, suprindo o piloto com abrigo, alimentação, mapas, trilhas, além de insights sobre as condições meteorológicas. Como será a equipe de Recruta?

Sim, minha equipe será formada por pilotos com experiência nos Alps. Estou conversando com vários nomes no momento e aguardando a confirmação deles. A maior complicação é compatibilidade de datas.

Quando pensamos na equipe e logística envolvidos, sempre lembramos dos custos. Você está aberto a patrocínio?

Sim, agora que minha participação está confirmada, começa a busca de patrocínio. Hoje mesmo passei boa parte do dia em contato com as empresas do segmento de esporte e aventura. Aproveito este espaço para me colocar aberto aos empresários que tenham interesse em colocar sua marca em uma das provas mais importantes do planeta.

Com qual equipamento vai competir?

Hoje voo com um parapente Davinci duas linhas, entretanto ainda não decidi qual equipamento vou usar no X-Alps 2021.

Uma última mensagem?

Esta será uma grande empreitada, gostaria do apoio dos pilotos, entusiastas do voo livre e todos os brasileiros, quero que saibam que darei o melhor de mim, mais de 100% do Recruta estará nessa prova.

Parapente

Sobre o Autor

Instrutor de Asa Delta | Parapente pela Confederação Brasileira de Voo Livre "CBVL" e Paramotor | Paratrike pela Confederação Brasileira de Paramotor "CBPM" | APPI PPG - Cadastro Nacional DP - ABUL.
Nenhum Comentário Sobre “O brasileiro Antonio Augusto é selecionado para o RED BULL X-ALPS 2021.”

Comente!